domingo, 2 de janeiro de 2011

Espirito Santo: BR 101 Norte: duas mortes a caminho de velório

A viagem para o velório do próprio pai acabou em morte para o aposentado Geraldo Soares, 62 anos. Ele morreu em um acidente na BR 101, em Chapada Grande, Serra, na noite de sexta-feira. O motorista do outro veículo envolvido na batida - José Wheriks da Silva, 47 - também morreu, horas após a colisão.

Ao todo, sete passageiros dos dois automóveis - entre eles uma criança de 10 anos e uma adolescente de 14 - ficaram feridos e foram levados para os hospitais Dório Silva, na Serra, e Infantil, em Vitória.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Geraldo Soares guiava um Fiat Elba. Ele havia saído do Rio de Janeiro, com os quatro filhos adultos, para o velório do pai, que acontecia em Pancas, no Noroeste do Estado.

"Meu pai e minha mãe estavam no Rio de Janeiro para passar as festas de final de ano comigo e com meus irmãos. Lá, ele recebeu, ontem (sexta-feira), a notícia de que o pai havia falecido em Pancas", contou Jairo Souza Soares, filho do aposentado, que também estava no carro.

Outra vítima

No sentido contrário, José Wheriks dirigia um Logus, onde também estavam sua mulher, uma adolescente e uma criança. A família seguia de Linhares rumo a Jardim Tropical, na Serra, onde passaria o ano-novo com parentes.

De acordo com a PRF, Wheriks teria invadido a contramão e atingido o veículo onde estava a família do aposentado. Geraldo Soares morreu na hora; e Wheriks, no hospital, no início da manhã de ontem.

Luiz Geraldo Souza Soares, 25, outro filho do aposentado morto no acidente, teve lesões leves e recebeu alta do hospital ontem. Uma das filhas do aposentado, Andreia Souza Soares Alburquerque, 33, que estava sentada no banco atrás do pai, fraturou a bacia e um braço.

Ela e a irmã Adriana Soares de Lima, 35, continuam internadas. O quadro de saúde das duas é estável, segundo a Secretaria de Saúde. Segundo Jairo Soares - que fez a liberação do corpo do pai -, a mãe dele havia ficado no Rio com os netos para que o marido e os filhos pudessem ir ao velório do sogro. Após receber a notícia da morte do marido, ela viajou para o Espírito Santo.


Vítima

Nome: Geraldo Soares

Idade: 62 anos

Profissão: Metalúrgico aposentado

Família: Deixa esposa, quatro filhos e netos

Naturalidade: Nasceu em Pancas, mas morou 35 anos no Rio de Janeiro, onde trabalhou em indústrias.
Após aposentar-se, voltou a residir no interior do Espírito Santo


Dor de filho

"Ele era um exemplo para mim"

Na hora do acidente, meu pai desviou o carro para salvar os filhos, mas o impacto da colisão foi em cima dele. Durante a vida, fez de tudo para ter a família unida. Era meu espelho, meu exemplo. Tenho um filho de 3 anos e o que eu mais queria era que meu pai fosse o espelho dele também. Meu pai trabalhou 35 anos
para que agora, aposentado, pudesse ter uma vida mais tranquila. Agora, nossa família não vai ter mais o privilégio
de conviver com esse homem bom e exemplar. "


Rapaz cai de moto que levava três e morre

Outro acidente fatal - envolvendo uma motocicleta que levava três pessoas - foi registrado em Alto Rio Novo, na Região Noroeste do Estado. De acordo com a Polícia Militar, o acidente ocorreu por volta de 4 horas de ontem. Ivonaldo Ramalho Mendonça, de 18 anos, estava na garupa do veículo, que era pilotado por Altair Marcos Ferreira, de 18 anos. O outro passageiro era um adolescente de 17 anos. Segundo a Polícia Militar, os três seguiam para o distrito de Monte Carmelo, em Alto Rio Novo, quando perderam o controle da motocicleta e caíram. Altair teve ferimentos pelo corpo e foi internado no Hospital Sílvio Avidos, em Colatina. O adolescente não se feriu.
GAZETA ONLINE

5 comentários:

Anônimo disse...

Eu conheço a vítima!

Anônimo disse...

Geraldo Soares era meu pai e o outro motorista estava bebado.

Unknown disse...

Saudades do meu pai!

jairo souza soares disse...

Saudades do meu pai!

jairo souza soares disse...

Todos temos saudades dele! Queria que meu filho tivesse oportunidade de conviver com ele.